Resposta da carta do caipira

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Resposta da carta do caipira
Poema

O cumpadi tô respondendo
A carta que me escreveu
Confesso fiquei contenti
Por saber que meu cumpadi
Morando lá na cidade
Mais num esqueceu da genti
Há cumpadi, nossa vida aqui na roça
Sempre com a nossa mão grossa
Que faz o cabo da inchada
Com a nossa pele queimada

Mas com Deus junto com a gente
Com saúde e união tocamo a vida pra frente
Há cumpadi, aqui na roça
Quase nada se mudô
Tá tudo memo jeito
Do dia que ocê mudô
A sua biquinha d´agua
Tá lá no memo luga
Os porquinho do chiqueiro
Tá no ponto de matá

As galinhas do terrero
Tá tudo chocano ovo
O seu galo carijó
Cantano e acordano o povo
Só fico um poco triste
A casa que ocê moro por estar abandonada
Só se vê as andorinha
Revoando no teiado
Aqueles pé de rosera
Que a cumadi plantô

Esses cresceu tá bonita
Carregadinho de frô
Há cumpadi, aqueles zomes politicu
Que só fala e num fais nada
Também passô por aqui
Pra falar com a caboclada
Falano em arruma as istrada
E as pontes do riberão
Merenda para os alunos
E livro pra educação

E até quadra de esporte
Posto de saudi os remédio
E carro para o transporte

 

 

Mais nóis nem demo confinça
E fomo saindo de esgueio
Porque de boas intenssão
O inferno já tá cheio
Há Cumpadi, vem ca pra roça
Matar um poco a sodade
Vem descansá a cabeça
Da labuta da cidade

Tomá banho de cachoeira
Pescá lá no riberão
Joga umas queda de truco
Na venda do Zé Bastião
Come torresmo carnudo
Com batida de limão

Sem mais nada pra dize
Pra não fuji da lembrança
Aqui vai o meu abraço
E um bejinho nas criança
Fica com Deus meu cumpadi
E se da cidade injoá
Volta pra roça de novo
Que aqui é o nosso lugá

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Author: Thiago Vilasboas

Deixe uma resposta