Tropeiro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Tropeiro
Moda de viola

No tempo que eu fui tropeiro
Tinha meu lote tordilho
Eu só fazia transporte
Do estado de minas ao rio
Meu lote era bem arreado
Broacas com tranca fio
Subia serra e descia
Não procurava extravio

No pouso a donde eu chegava
Nem que eu tivesse com frio
Soltava o lote e raspava
Enchia o cocho de milho
Pra dormir estendia a capa
Cobria com coxonilho
Eu fazia travesseiro
Do caco do meu lombiou

Quando era de madrugada
O cocho estava vazio
De novo areava o lote
Soltava por qualquer trilho
Areava o burro de sela
Que tinha nome navio
Saia no puro passo
Pisando no chão macio

Quando a tropa vinha vindo
Todo mundo já sabia
O meu grito de tropeiro
Até as moças conhecia
Na passagem da mulada
Alegrava a freguesia
Bonito era a campainha
Do meu burrinho de guia

Auto
Quanta saudade que eu tenho ai iai
Do tempo que eu fui tropeiro ai iai

Hoje eu não trabalho mais
Mais não é por ser vadio
É que meus anos é bastante
Só disso que eu desconfio
Quando eu vejo uma mulada
Dessa cor que eu aprecio
Meu coração da um balanço
No corpo sinto arrepio

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Author: Thiago Vilasboas

Deixe uma resposta